27 de abril de 2015

Computação na nuvem: O que é Cloud Computing?

A Computação na nuvem, ou Cloud Computing, é uma nova forma de armazenar as aplicações e softwares. Utilizaremos nossas ferramentas e sistemas com a mesma facilidade de tê-las instaladas em nossos computadores/servidores, só que elas estarão hospedadas em servidores específicos nas diversas plataformas seguras, e são disponibilizadas através da Internet.

Qualquer empresa de qualquer tamanho pode usar a Computação na nuvem. O desenvolvedor do software ou aplicativo disponibiliza este aos assinantes na plataforma em nuvem confiável como Google™, Amazon™, onde as ferramentas e APPs ficam disponibilizados.

Os usuários poderão acessar de qualquer computador, tablet ou smartphone conectado a Internet, seja em casa ou no trabalho. Não haverá mais a necessidade de ter computadores em rede ou grandes servidores. Agora o servidor é a nuvem, ou a Internet.

A Computação na nuvem possui 5 características essenciais que são:

  • Self-service sobre demanda: esta característica está ligada à capacidade de provisionamento de recursos de forma automatizada. Um exemplo disso seria a adição de mais servidores em um grupo existente de servidores para um determinado serviço. ‹
  • Acesso amplo à rede: esta característica está relacionada à capacidade de acesso, por parte de diversos dispositivos, a recursos da rede computacional. Um exemplo disso seria o acesso a um recurso da rede através da manutenção da mesma experiência através de dispositivos distintos (um smartphone e o navegador de um computador pessoal). ‹
  • Agrupamento de recursos: está relacionado à capacidade do provedor da nuvem de agrupar e mover recursos (físicos ou virtuais) para acomodar as necessidades de expansão e demanda do cliente. Podemos citar como exemplos de recursos os componentes básicos computacionais como memória, dispositivos de armazenamento, processador e rede.
  • Elasticidade Rápida: refere-se à capacidade de rápido provisionamento de recursos de acordo com a demanda. Um exemplo disso seria um cliente que todo final de mês precisa de mais poder computacional que no restante do mês, e o provedor precisa dinamicamente alocar recursos para atender tal demanda do cliente. ‹
  • Serviço Mensurado: refere-se à capacidade de medir a utilização de recursos de acordo com o serviço oferecido. Está é uma forma não só de monitorar, mas também de reportar os recursos em uso de uma forma transparente para o contratante do serviço.

O melhor é que nem os usuários nem os desenvolvedores precisam trocar suas máquinas para usufruir da nuvem. O mesmo PC que o desenvolvedor trabalha e o mesmo acesso a Internet tornarão possível o acesso as plataformas e aos softwares.

Ao contrário que muitos pensam, a segurança de acesso as informações armazenadas são ainda maiores, pois são restringidas por segurança física (não se tem acesso ao local dos dados fisicamente), firewals e por regras lógicas de acesso como ACL, combinações de locais e horários de permissão entre outras.

E nós ficamos aqui, atentos a todas as novidades que forem surgindo sobre a Cloud Computing. Afinal, o futuro está na nuvem.

Deixe uma resposta